Bispo recebeu monge de abadia onde o Beato Carlos passou os últimos dias antes do exílio

D.R.

Richárd Korzensky, prior emérito da Abadia Beneditina de Tihany, na Hungria, está de visita à diocese do Funchal e particularmente à Paróquia do Monte, onde se encontram os restos mortais do Beato Carlos.

A ficar em casa de um casal de húngaros, Gabor Varga e Reka Jano, que se mudaram há seis meses de malas e bagagens para a ilha, o religioso fez questão de se encontrar com D. Nuno Brás, que o recebeu na manhã de terça-feira.

Conforme explicou ao Jornal da Madeira foi na Abadia Tihany que o Beato Carlos e a esposa Zita, passaram os seus últimos dias, antes de o exílio na Madeira. A 21 de Outubro de cada ano a abadia celebra sempre uma festa em sua memória, existindo na mesma uma relíquia do beato.

Sobre a devoção que a Madeira e vários países têm ao Beato, Richárd Korzensky fica muito emocionado e salienta a importância, nos nossos dias, de “rezar pela paz e pela vida em família”.