“Afecto Intergeracional” no III Encontro de Universidades Seniores da RAM

D.R.

Na passada sexta-feira, dia 31 de março, a Universidade Sénior Gonçalves Zarco (USGZ) deslocou-se até Machico para participar no III Encontro de Universidades Seniores da Região.

Foram semanas de muito trabalho, muito treino, contratempos e desistências de algumas alunas que no decorrer dos dias adoeceram. Mas fomos alterando a nossa prestação dia a dia, conforme as nossas possibilidades mas com muito orgulho em poder representar a nossa Universidade Sénior. Durante os ensaios, miúdos e graúdos divertiram-se e os laços foram se estreitando.

As palavras, afecto e cumplicidade foram ganhando força e eis que o dia tão esperado chegou, com muita ansiedade, algum stress mas uma certeza: na hora H, tudo iria ser perfeito.

Pelas 14h30, já em posição de atuação, eis que se ouve pela voz do Dr. Luís Jacob, presidente da RUTIS, o nome da Universidade Sénior Gonçalves Zarco e, cheios de orgulho, cantamos o nosso Hino, escrito pelo Dr. António Castro. Para o cantar do Hino, lá estavam, ao piano, a aluna Ângela Franco e o professor João Paulo Silva. Seguidamente, representamos uma coreografia expressiva denominada de “Afeto Intergeracional” e, por fim, uma alegre música denominada “Jerusalema”. Foi muito divertido e no final o sentimento do dever cumprido. Os alunos do 6.º1 e os alunos da USGZ foram os heróis da atuação. Porém, tudo isto só foi possível pelo compromisso de uma equipa coesa e dinâmica, liderada pela coordenadora da Universidade Sénior Gonçalves Zarco, professora Maria do Céu Barcelos, que esteve sempre acompanhada pelos excelentes profissionais na área da música, professores Rubina Fernandes e João Paulo Silva. Com excelente empenho e dedicação na área da atuação destacaram-se as professoras Ana Paula Reis e Carla Costa. Para que houvesse registo fotográfico e videográfico de todo o Encontro, essa missão ficou a cargo do professor Aníbal Chaves, que a desempenhou com excelência.

De salientar que a nossa USGZ promove Atividades Intergeracionais com intuito de facilitar a comunicação e a convivência entre as diferentes faixas etárias. Este vínculo tem permitido à comunidade adquirir e enriquecer com os conhecimentos e as experiencias de vida das pessoas menos jovens, encarando, deste modo, a intergeracionalidade como um possível contributo para a aquisição do reequilíbrio social, tornando, dessa forma, as sociedades mais justas, dignas e solidárias. Parabéns USGZ.

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco