“Colocar-se em plena sintonia com o Sagrado Coração de Jesus”

Núncio Apostólico, D. Ivo Scapolo, presidiu à Eucaristia do Dia do Clero

O Núncio Apostólico em Portugal, D. Ivo Scapolo, presidiu na Sé do Funchal, no dia 11 de junho, à Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, dia em que a Diocese do Funchal assinala o Dia do Clero, que coincidiu com os 500 anos do voto a São Tiago Menor.

“É motivo de admiração, alegria e profundo significado o facto de hoje se cumprirem exatamente 500 anos, desde aquele 11 de Junho de 1521, no qual escolheram formalmente o apóstolo São Tiago como Padroeiro. É um sinal forte com o qual Deus convida os membros desta comunidade diocesana a colocar-se em plena sintonia com o Sagrado Coração de Jesus, assim como o fez na sua vida São Tiago”, disse D. Ivo Scapolo na homilia.

Para este arcebispo, a celebração da Eucaristia, expressão “de como foi grande e concreto o amor de Jesus”, constitui uma “ocasião para sintonizar os nossos corações com o coração de Cristo”. No entanto, “infelizmente, muitas vezes os nossos corações não vibram na mesma frequência do coração de Cristo porque terminam por ser desafinados por causa do pecado, da mediocridade, do influxo da mentalidade do mundo”, alertou.

No final da Eucaristia, o bispo do Funchal, em nome da diocese, ofereceu ao Núncio Apostólico em Portugal uma “pequena mas preciosa imagem do Menino Jesus” do século XVII, devidamente restaurada, que nas palavras de D. Nuno Brás, “marca tanto o Natal, marca tanto esta nossa ilha e a sua fé”.

D. Ivo Scapolo também agradeceu o presente e a forma como foi recebido por todos. Agradeceu ainda a oportunidade de conhecer os bispos eméritos, que também trabalharam por esta comunidade diocesana. Uma comunidade que vive numa ilha cheia de belezas naturais e edificadas, como é o caso da Catedral, mas cuja maior riqueza é o seu “património espiritual e religioso” pelo qual os sacerdotes têm obrigação de zelar e de o transmitir às novas gerações.