Bispo do Funchal nomeia novo Secretariado Diocesano da Pastoral Social

D. NUNO BRÁS DA SILVA MARTINS

Por mercê de Deus e da Santa Sé Apostólica

Bispo do Funchal

DECRETO DE NOMEAÇÃO

SECRETARIADO DIOCESANO DA PASTORAL SOCIAL

A Sagrada Escritura, seja no Antigo, seja no Novo Testamento, dá-nos conta, em inúmeras passagens, do cuidado especial que Deus tem para com os mais fracos e os pobres. Jesus viveu como pobre, “sem pedra onde reclinar a cabeça” (Mt 8,20), e não hesitou em proclamar os pobres como bem-aventurados (Lc 6,20).

Esse mesmo cuidado especial pelos pobres foi recomendado por S. Tiago Menor a S. Paulo, no fim do encontro de Jerusalém: “Conhecendo a graça em mim concedida, Tiago, Cefas e João, os notáveis tidos como colunas, estenderam-nos a mão, a mim e a Barnabé, em sinal de comunhão. […] Nós só nos devíamos lembrar dos pobres, o que, aliás, tenho procurado fazer com solicitude” (Gal 2, 9-10). Sabemos também como na Carta de S. Tiago o pobre tem um lugar especial: “Não escolheu Deus os pobres deste mundo para serem ricos na fé e herdeiros do Reino que prometeu àqueles que o amam?” (Tg 2,5).

Não espanta, por isso que, já no ano 258, o diácono S. Lourenço se tenha apresentado com os pobres a que os cristãos davam assistência, junto do Prefeito de Roma que lhe pedia que entregasse os tesouros da Igreja. E o Papa Bento XVI recordava: “A Igreja nunca poderá ser dispensada da prática da caridade enquanto actividade organizada dos crentes” (DCE 29).

A acção social tem sido, desde há muito tempo, uma das realidades em que os cristãos madeirenses sempre se empenharam, também de um modo organizado, desde sempre, como o prova a existência das Santas Casas da Misericórdia.

Neste ano em que celebramos os 500 anos da escolha de S. Tiago Menor como nosso padroeiro diocesano, e como os presentes tempos de pandemia vieram agravar e dar origem a muitas situações de carência e mesmo de pobreza, mostra-se urgente reorganizar a coordenação da acção sócio-caritativa diocesana, de modo a poder incentivar e potenciar a acção social organizada da Igreja nas várias comunidades e no todo da diocese.

Assim, HEI POR BEM nomear uma nova Equipa para o Secretariado Diocesano da Pastoral Social, que passará a ter a seguinte constituição:

Engº João José Correia, Director

Pe. Óscar Heliodoro Xavier de Andrade, Assistente

Dr. Duarte de Jesus Pacheco

Dr.ª Maria Cecília Pereira Gouveia Cachucho

Funchal, na Cúria Diocesana, aos 20 de maio de 2021

† Nuno, Bispo do Funchal

Cón. João Duarte Rodrigues Pita de Andrade

Chanceler