Santuário de Fátima associa-se à maratona de oração pelo fim da pandemia

Rosário vai ser recitado para o mundo a partir de Fátima, a 13 de maio. Momento de oração foi pedido pelo Papa Francisco aos santuários mais representativos do mundo

Foto: Lusa

O Santuário de Fátima vai unir-se ao pedido de oração pelo fim da pandemia que o Papa Francisco lançou a 30 santuários de todo o mundo para o mês de maio. Na Cova da Iria, o Rosário vai ser recitado às 17h00 do dia 13 de maio, na Capelinha das Aparições, pelo cardeal D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, momento que terá transmissão em direto para todo o mundo, através dos media do Vaticano, e nas redes sociais do Santuário de Fátima: youtube e facebook.

O Papa Francisco participará, a partir de Roma, nesta maratona de oração para invocar o fim da pandemia, dinamizada pelo Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, através da qual, sob o tema “De toda a Igreja subia incessantemente a oração a Deus”, o Sumo Pontífice pretende envolver os santuários mais representativos do mundo na promoção da oração do Rosário junto dos fiéis, das famílias e das comunidades.

Simbolicamente, a oração do Rosário a partir do Santuário de Fátima foi agenda para o dia em que se assinala o 104º aniversário da primeira aparição de Nossa Senhora aos três videntes de Fátima: Lúcia e os irmãos Francisco e Jacinta Marto, que foram feitos santos pelo Papa Francisco a 13 de maio de 2017, na Cova da Iria.

No acolhimento do repto lançado pelo Santo Padre, o Santuário de Fátima une-se, uma vez mais, à Cátedra de Pedro.