Universidade Católica abre nova licenciatura em Direito Canónico 

D.R.

O Instituto Superior de Direito Canónico (ISDC), da Universidade Católica Portuguesa, vai abrir uma nova licenciatura em Direito Canónico no próximo ano letivo 2021-2022.

De acordo com uma nota enviada à redação do Jornal da Madeira, “a licenciatura canónica em Direito Canónico destina-se aos clérigos, religiosos ou leigos que pretendem aprofundar os seus conhecimentos em Direito Canónico para melhor servir a Igreja nas mais diversas missões que lhes são pedidas, nomeadamente cúrias diocesanas, tribunais eclesiásticos, organização das dioceses, paróquias, institutos de vida consagrada, associações de fiéis, etc.”.

Além disso, prossegue a dita nota o Direito Canónico é também “um bom instrumento para a formação contínua dos sacerdotes, tão útil à sua vida e ministério”.

Para ingressar no curso é necessário, como pré-requisito, ter sido aprovado num certo número de cadeiras filosófico-teológicas. As candidaturas decorrem desde meados de junho até meados de agosto.

Para mais informações, os interessados devem consultar o site do Instituto: www.isdc.lisboa.ucp.pt.

O Direito Canónico, recorde-se, é “a ciência que procura ajudar a Igreja Católica a viver com justiça em todas as suas dimensões e em todas as suas instituições”.

Assente no Direito Divino (natural ou revelado) e no Direito Eclesiástico Positivo (leis e regulamentos), o Direito Canónico torna-se assim um elemento essencial para que a Igreja cumpra a sua missão neste mundo. O Direito Canónico é, por sua própria natureza, um ramo de saber teológico e jurídico.

Para aprofundar o estudo, investigação e aplicação do Direito Canónico em Portugal foi fundado em 2004 o Instituto Superior de Direito Canónico, da Universidade Católica Portuguesa. Ao longo dos seus dezassete anos de existência, têm sido formados no Instituto vários canonistas que se encontram hoje a servir a Igreja nos mais variados ofícios eclesiais.