Missão País na Madeira envolve 33 jovens e decorre até 22 de fevereiro

Foto: Duarte Gomes

Está a decorrer, desde o passado dia 15 de fevereiro, a primeira Missão País na Madeira, envolvendo um total de 33 jovens. Trata-se  de um projeto de e para jovens universitários, que desde a sua criação, em 2003, tem vindo a crescer exponencialmente, não só em número de missionários, mas também no número de Missões.  

Joana Freitas e João Pinto são os chefes gerais desta primeira Missão e consideram “uma graça enorme”, o terem conseguido arrancar com este projeto na Universidade da Madeira. 

“Está tudo a acontecer, é um sonho que está a ser concretizado, não só para nós chefes, na parte organizacional, mas para todos nós enquanto missionários”, explica Joana Freitas, que nos adianta que a Missão vai decorrer até ao próximo dia 22. 

Já João Pinto reforça a ideia de que “isto resulta de um projeto que já vem do ano passado e que pretendia, já então, ter a Missão País entre nós”. Não o tendo conseguido, recorde-se, os jovens acabaram por criar a ‘Missão Aqui’, que “correu super bem” e permitiu depois o contacto com os responsáveis da Missão País, daí resultando a possibilidade de concretizar o sonho este ano. 

Com a pandemia instalada houve, no entanto, necessidade de adaptar a Missão à realidade que vivemos. Ainda assim, frisa João Pinto, “a Madeira é a única Missão Pais com atividades presenciais”, com os jovens a terem oportunidade de participar em Eucaristias, como aconteceu, ontem com a Missa de Quarta-feira de Cinzas, mas também noutros momentos de partilha em grupo, cumprindo sempre com as regras sanitárias em vigor. 

Quanto às atividades online, Joana Freitas explica que elas proporcionam momentos de oração, mas também incluem “dinâmicas que nos permitem conhecermo-nos melhor e cultivar o espírito de Missão dentro do grupo”. 

Já o Pe. Carlos Almada, assistente espiritual do Secretariado Diocesano de Pastoral Universitária reforça também a “graça” que é, neste tempo particular, o poder realizar atividades presenciais e acrescenta que “esta tem sido uma semana muito rica, de serviço” tendo explicado ainda que o dia de ontem “foi de retiro, com o convite da penitência, jejum e abstinência e com a participação na Missa das Cinzas”. 

De referir que os jovens aproveitaram a Eucaristia desta quarta-feira para entregar a D. Nuno Brás um ‘Kit Missionário’, que inclui uma t-shirt com o tema “Porque Temes? Sou Eu!”, a cruz missionária e um livro de orações. Na oportunidade, o bispo diocesano saudou estes jovens referindo que são “uma promessa de vida cristã na nossa diocese”.