Funchal abre cemitérios a 1 de novembro com entradas limitadas 

No dia 2 de novembro, Dia dos Fiéis Defuntos, D. Nuno Brás, celebrará uma missa campal no cemitério de São Martinho 

D.R.

A Câmara Municipal do Funchal anunciou na manhã desta segunda-feira, que terá todos os cemitérios sob tutela abertos no próximo domingo, dia 1 de novembro, por ocasião da celebração do Dia de Finados.

Numa nota, a CMF esclarece que “de acordo com a situação vigente, em consequência da pandemia de COVID-19, serão adotadas as regras emanadas pela Direção-Geral de Saúde, nomeadamente a orientação nº 028/2020 de 28/05/2020. Os acessos aos cemitérios serão, assim, limitados em relação ao número de pessoas, através de controlo de entradas, e o tempo de visita será restringido a 20 minutos, assim como a 2 pessoas por cada família”.

Para os diferentes cemitérios, as lotações serão as seguintes:

Cemitério de São Martinho – 50 pessoas de cada vez;

Cemitério de São Gonçalo – 20 pessoas de cada vez;

Cemitério de Santo António – 15 pessoas de cada vez;

Cemitério do Monte – 10 pessoas de cada vez.

A Autarquia dá conta, ainda que “existirão dispensadores de solução antissética à base de álcool em pontos estratégicos dos cemitérios, de fácil acesso aos utilizadores e colaboradores; que o uso de máscara será obrigatório”.

Alem disso “o percurso de entrada e saída nos cemitérios, bem como o distanciamento social, serão controlados por seguranças-vigilantes e colaboradores camarários e que as zonas de espera à entrada dos cemitérios também serão controladas e estarão organizadas de forma a evitar filas, garantindo o distanciamento social de 2 metros entre as pessoas e todos aguadores, escadas e outros utensílios passíveis de uso coletivo serão desinfetados pelos colaboradores camarários”.

Refira-se ainda que no dia 2 de novembro, Dia dos Fiéis Defuntos, o bispo do Funchal, D. Nuno Brás, celebrará uma missa no cemitério de São Martinho.

Esta Eucaristia, agendada para as 15 horas, será campal, mas terá também de cumprir todas as regras determinadas no que toca ao distanciamento, à desinfeção das mãos e ao uso de máscara.