D. Nuno: A diocese olha para os seminaristas com muito carinho

Oito seminaristas estiveram reunidos com o bispo do Funchal, entre os dias 3 a 7 de agosto, na Quinta de São Jorge

Foto: Jornal da Madeira

“A maneira como as pessoas tratam os seminaristas é de um carinho muito grande. Termos uma diocese que olha para os seminaristas e para o seu seminário com muito carinho, espera muito deles e que por isso mesmo os acarinha com tudo aquilo que pode e com tudo aquilo que tem”, disse D. Nuno Brás no final do encontro com seminaristas. 

Para o bispo do Funchal, “temos esta graça de termos estes seminaristas, são 8 neste momento. Obviamente estão a fazer o seu caminho, não é garantido que cheguem a padres, há sempre momentos de discernimento”.

D. Nuno considera que este encontro de férias permite um maior conhecimento entre o bispo e os seminaristas, “e no fundo o bispo conhecer os futuros padres da Diocese”.

“Significa também um momento de criar grupo, creio que isso também é importante para o próprio presbitério”, referiu.  Neste sentido, foi referida a presença de vários sacerdotes que se associaram a este encontro.

Para além dos momentos de oração também é valorizado os tempos de reflexão e aprofundamento de alguns temas que incluem a apresentação de uma paróquia e partilha de algum trabalho da faculdade. 

Durante a semana os seminaristas tiveram a oportunidade de visitar diversas paróquias onde puderam participar da Eucaristia.