Paróquias vão louvar Nossa Senhora

D.R.

No primeiro domingo de outubro, dia 6, em seis paróquias da Madeira vão ser celebradas festas religiosas, complementadas como típico arraial.

No Jardim do Mar será celebrada a festa de Nossa Senhora do Rosário, a sua padroeira será no sábado, dia 5, começando a missa às 15 horas.

No domingo decorrerá  a festa do Santíssimo Sacramento às 16 horas.

Na sexta-feira, 4 de outubro, às 20 horas será celebrada missa da véspera da festa de Nossa Senhora do Rosário.

Assinalando o dia litúrgico de Nossa Senhora do Rosário na segunda feira, 7 de outubro vai ser celebrada a missa na igreja do Jardim do Mar às 19 horas.

Na paróquia da Ilha serão celebradas as festas do Santíssimo Sacramento (no sábado) às 17 horas e Nossa Senhora do Rosário no domingo às 15 horas, presidida por D. Nuno Brás.

A paróquia de São João (Ribeira Brava) vai celebrar a festa de Nossa Senhora do Amparo no próximo domingo, 7 de outubro, iniciando-se a Eucaristia às 16 horas. A missa da vigília será celebrada no sábado às 20h30.

Na sexta-feira 4 de outubro às 9 horas nas serras da Ribeira Brava um grupo de paroquianos irá apanhar as açucenas cor de rosa que servirão para ornamentar o adro e a igreja. Um tradição que faz congregar muitas pessoas junto da igreja na manhã daquele dia.

No sítio da Referta, freguesia do Porto da Cruz , há um solar que integra a capela de Nossa Senhora do Socorro. É nesse templo que vai decorrer a festa no domingo 7 de outubro às 14 horas. No sábado às 20 horas será celebrada a missa da vigília desta festa.

A festa em honra de Nossa Senhora do Socorro vai ser celebrada na igreja de Santa Maria Maior no Funchal, no próximo domingo, 6 de outubro, às 16 horas.

No sábado, às 17h30, principiará a missa da vigília desta festa.

No próximo domingo 6 de outubro, irá realizar-se a festa de Nossa Senhora do Desterro, com missa às 12 horas na capela com aquela invocação,  existente na paróquia do Monte.

Aquela capela é propriedade privada, situada no Caminho do Desterro.Foi edificada no sec. XVII sob a invocação de Nossa Senhora do Desterro. No primeiro domingo do mês de outubro, abre-se ao público para esta celebração.