“Vinha de Raquel” realiza retiro de 23 a 25 de novembro em Lisboa

Cartaz do Retiro da "Vinha de Raquel"

De 23 a 25 de novembro vai ter lugar mais um retiro da Vinha de Raquel. Trata-se de um encontro dirigido a todas as mulheres que já passaram pela dor do aborto. Tendo por base as palavras de Bento XVI a 13 de Maio em Fátima “Exprimo profundo apreço a todas aquelas iniciativas sociais e pastorais que procuram lutar contra os mecanismos socioeconómicos e culturais que levam ao aborto e que têm em vista a defesa da vida e a reconciliação e cura das pessoas feridas pelo drama do aborto”, a Vinha de Raquel assume esta como sendo também a sua missão.

Em nota que nos fizeram chegar os responsáveis adiantam que na “Vinha de Raquel estamos em Igreja, estamos em comunhão com o sofrimento daquelas pessoas cuja vida foi tocada pelo aborto e estamos também em presença de Jesus, o médico divino. Acreditamos que só a Sua graça pode curar aquelas feridas profundas que existem no coração dos homens e mulheres, que passando por esta terrível situação, se tornaram, também eles, vítimas desta dolorosa e traumática experiência, que é o aborto”.

A Vinha de Raquel é “uma obra de Compaixão e Misericórdia que a Pastoral da Família propõe, visando acompanhamento e apoio espiritual e psicológico a quem sofre por ter passado pela dor do aborto. Colaboram voluntariamente neste serviço, entre outros, sacerdotes e psicólogos que, a partir de uma partilha espiritual centrada em Jesus Cristo, facilitam o acolhimento do perdão de Deus, e simultaneamente ajudam a trabalhar a dimensão psicológica para lidar com a dor, a angústia e o desgosto que parece não ter lugar.

A Vinha de Raquel surgiu nos Estados Unidos, tendo sido fundada pela psicóloga Theresa Burke ao perceber que “o aborto é traumático na vida de uma mulher”, podendo “não só desencadear uma doença como favorecer o aparecimento ou o agravamento de qualquer outra coisa já existente”.

A Portugal, segundo se pode ler no site oficial da Vinha de Raquel, ao qual pode aceder através do endereço http://www.vinhaderaquel.org/, o projecto chegou em 2001, sendo actualmente tutelado pelo Departamento da Pastoral da Família do Patriarcado de Lisboa.

Sobre a obra e os retiros, os interessados podem obter mais informações através do telemóvel 917 354 602 ou pelo e-mail apoio@vinhaderaquel.org