Dehonianos assinalam os 92 anos da morte do fundador

Padre Leão Dehon morreu a 12 de agosto de 1925

Os Sacerdotes do Coração de Jesus – Dehonianos, celebraram ontem no Colégio Infante D. Henrique o 92º aniversário da morte do seu fundador Padre Leão Dehon. No almoço-convívio esteve também presente D. José Alfredo Caires, bispo de Mananjary (Madagáscar).

O Padre Dehon morreu aos 82 anos, a 12 de agosto de 1925, em Bruxelas. Ao morrer confidenciou: “Jesus é tão bom, ele logo me receberá no paraíso”. Nesse momento a Congregação era composta por mais de 700 membros, espalhados por todo o mundo.

Os Dehonianos contam já com 70 anos de presença na Madeira.