Paraolimpíadas: Papa agradece atletas pelo “testemunho de esperança e coragem”

Após a catequese da Audiência Geral, Francisco recordou as Paraolimpíadas, em Tóquio, no Japão, a Solenidade da Mãe de Deus na Polónia, e as vítimas do terremoto de cinco anos atrás na Itália.

D.R.

Depois da catequese, na Audiência Geral desta quarta-feira (25/08), o Papa Francisco recordou o início das Paraolimpíadas, em Tóquio, no Japão, na última terça-feira (24/08).

Envio a minha saudação aos atletas e agradeço-lhes, porque oferecem a todos um testemunho de esperança e coragem. Na verdade, mostram como o compromisso desportivo ajuda a vencer as dificuldades aparentemente intransponíveis.

Ao saudar os peregrinos polacos, o Papa recordou que na quinta-feira (26/08), “celebra-se na Polónia a Solenidade da Mãe de Deus venerada no santuário nacional de Jasna Gora”.

Cinco anos atrás, me detive com os jovens diante de seu rosto negro e confiei-lhe a Igreja na Polónia e no mundo. Que a sua proteção materna seja para vocês, para suas famílias e para todos os polacos, fonte de paz e de bem.

Na saudação em língua italiana, o Pontífice recordou os fiéis de Montegallo que, em 24 de agosto de cinco anos atrás, foram atingidos pelo terremoto.

Queridos irmãos e irmãs, a presença de vocês oferece-me a oportunidade de dirigir o meu pensamento às vítimas e comunidades do centro da Itália, incluindo Accumoli e Amatrice, que sofreram as graves consequências do terramoto. Com a ajuda concreta das instituições, é necessário dar prova do ‘renascimento’ sem se deixar abater pela desconfiança. Peço a todos para que sigam em frente com esperança. Coragem!