Fátima: erros, guerras e perseguições à Igreja 

D.R.

A novena do Espírito Santo convida a pedir os seus dons para entender a mensagem de Fátima. Em Julho de 1917 Nossa Senhora pôs uma condição: “Se atenderem aos meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará os seus erros pelo mundo promovendo guerras e perseguições à Igreja…”. Depois de 104 anos, mantem-se a questão: foram atendidos os pedidos de Nossa Senhora? Se não, a Rússia não se converteu, tem espalhado os seus erros, tem havido guerras e perseguições à Igreja. Que erros, guerras e perseguições? Têm-se espalhado erros contra a fé cristã; as guerras contam-se às dezenas.

Basta recordar: 1ª Indochina 1946-1954, Indo-Paquistanesa 1947-1948, Coreia 1950-1953, Laos 1953-1975, Argélia 1954-1962, Vietnam 1955-1975, Suez 1956, Colonial portuguesa 1961-1975, Colômbia 1964 – ?,  Dominicana 1965-1966, Namíbia 1966-1988, Seis dias 1967, Camboja 1967-1975, Indo-Paquistanesa 1971, Yom Kipur 1973, Civil Angolana 1975-2007, Camboja-Vietnam 1977-1991, Sino-Vietnamita 1979, Afegã-Soviética, 1979-1989, Irão-Iraque 1980-1988, Malvinas 1982, Líbano 1982, Nagorno-Karabakh 1988-1994, Golfo, 1990-1991, Bósnia 1992-1995, 1ª Chechénia 1994-1996, 1ª do Congo 1996-1997, Kosovo 1996-1999, Civil da Rep. do Congo 1997-1999, Eritreia-Etiópia 1998-2000, 2ª do Congo 1998-2003, Kosovo 1999, 2ª Chechénia 1999-2000, Afeganistão 2015-?, 2ª Iraquiana 2011- ?, 2ª Líbano 2006, Russo-Georgiana, 2008. Síria 2011- ?, Iemnita 2015- ?, Arábia Saudita Sul 2015-? Serão cerca de 40. (cf https://pt.wikipedia. org/ wiki/ Lista de guerras (15.05.21). De 2016 até agora, e as atuais, mais de uma dezena.

As perseguições à Igreja persistem, como atestam os relatórios da Ajuda à Igreja Que Sofre e os mártires. Erros contra a fé cristã não se ficam pelos nomes de comunismo-marxismo e ateísmo militante. Há variações táticas de esquerdismo anticristão, de liberalismo, jihadismo, os fraturantes de anti matrimónio cristão/católico, anti família, natalidade e promoção do aborto, anti conceção, de género, “gayismo”, etc. Ryszard Legutko, membro polaco do Parlamento Europeu e professor universitário, explicita que muitos polacos, de comunistas ferrenhos totalitários, deslizaram para os liberalismos; da ideologia totalitária marxista para a liberalista. Ambas tendem a eliminar o núcleo das tradições culturais cristãs e da própria Igreja católica. (https://www.catholic worldreport. com/ 021/05/12/fatima-ideology-and-the-vaticans-homosexual-crisis/ (15.05.21).

Mas Legutko vai mais longe, essas ideologias, como explica Carrie Gress, (l.c.): querem mudar a natureza humana. Porquê? Os demónios não querem que continue a ser a natureza humana (assumida por Cristo); querem mudar o que Deus criou. As ideologias pervertidas teimam em fazer que homem, mulher, menina, menino sejam “coisas” de usar; não imagens e semelhanças de Deus, procriadores, sexuados, possam amar, casar, gerar bebés e que nasçam. Só haverá lugar para machismos, feminismos vazios e estéreis pseudo casais; o sexual criador com dom de amor em família fica demoniacamente proibido; só é permitida a compra, venda e abuso de pessoas úteis e o descarte das que pareçam inúteis. De um lado vida, do outro violência e morte.

Lúcia de Fátima, em Carta ao cardeal Cafarra, disse que a destruição da família era “a luta final” entre o Senhor e Satanás; e em La Salette (1846), o desprezo do Domingo e a desordem de pessoas da Igreja fizeram chorar Nossa Senhora. O demónio e os seus cúmplices anti Cristo entortam a ordem da criação de Deus e este seria o núcleo dos erros da mensagem de Nossa Senhora.

Será que tudo isto condiz com a suposta (des)ordem mundial em que George Soros e os “desconstrutores” terão gasto biliões? Mais importante é a esperança cristã: Nossa Senhora continua a pedir: fazei tudo o que Ele vos disse e mandou fazer antes de ascender ao Céu, incluindo a oração ao Espírito Santo. Por fim, o meu Imaculado Coração, ao lado de meu filho Jesus, triunfará do mal e do demónio.

Funchal, Mês de Maio e novena ao Espírito Santo 2021