Francisco: A beleza da rádio chega aos lugares mais longínquos

Evolução, inovação e conexão são os temas escolhidos pela UNESCO para celebrar em 2021 o Dia Mundial do Rádio. Em mensagem para a ocasião, Francisco ressalta a "beleza" deste veículo de comunicação.

Sala de controlo da Radio Vaticana | Foto: Vatican Media
“A rádio tem esta beleza: leva a palavra para os lugares mais longínquos.” Com esta mensagem no Twitter, o Papa Francisco recorda o Dia Mundial do Rádio.

Celebrada em 13 de fevereiro, esta data foi proclamada em 2011 pelos Estados-membros da UNESCO, e aprovada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2012.

“O rádio é um meio de comunicação com poder para celebrar a humanidade em toda a sua diversidade, além de ser uma plataforma para o discurso democrático. No âmbito mundial, o rádio continua a ser o meio mais amplamente usado”, escreve a Organização da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Evolução, inovação e conexão

Em 2021, o Dia Mundial do Rádio trata de três temas principais e seus respectivos subtemas:

Evolução: o mundo muda e o rádio evolui. Este subtema refere-se à resiliência do rádio, à sua sustentabilidade. Inovação: o rádio tem se adaptado a novas tecnologias para se manter o meio para se obter mobilidade e acessibilidade em todos os lugares e para todos. E conexão: este subtema destaca os serviços do rádio para nossa sociedade – desastres naturais, crises socioeconômicas, epidemias etc.

Evolução, inovação e conexão são características que se aplicam também à Rádio Vaticano, que ontem celebrou seus 90 anos de fundação.

Para festejar esta data, a “Rádio do Papa” projetada por Gugliemo Marconi anunciou o lançamento da “Web Rádio Vaticano”, para permitir a qualquer pessoa no mundo, a partir de seu smartphone ou computador, ouvir nossa emissora em sua própria língua, inclusive em português.

Aliás, a mensagem do Papa publicada hoje no Twitter foi extraída do texto de felicitações pelos 90 anos da Rádio Vaticano:

“Queridos irmãos, feliz aniversário. É importante preservar a memória de nossa história e ser nostálgicos não tanto pelo passado como pelo futuro que somos chamados a construir. Obrigado pelo trabalho de vocês. Obrigado pelo amor com que vocês trabalham. O rádio tem esta beleza: que leva a palavra para os lugares mais longínquos. E hoje combina isso também com imagens e a escrita. Avante com coragem e criatividade ao falar ao mundo e assim construir uma comunicação capaz de nos fazer ver a verdade das coisas.”