Fajã da Ovelha: D. Nuno exortou fiéis a terem “vidas que falam” como a de São João

D.R.

D. Nuno Brás presidiu ontem, dia 24 de junho, à Eucaristia da Festa de São João Batista, na paróquia da Fajã da Ovelha. Uma oportunidade para o bispo do Funchal falar aos fiéis sobre a importância de “passar a palavra de Deus” e de deixar que Ele seja o centro da nossa vida.

Para isso, disse o prelado, precisamos de olhar para a nossa vida e “perceber de que é que ela fala”. Essa palavra, explicou, pode dizer muito daquilo que somos e da nossa forma de estar no mundo.

A vida de São João Batista, por exemplo, “é a vida de alguém que é a voz de Jesus Cristo, a voz de Deus, que chama o seu povo à penitência, chama o seu povo à conversão”. É “uma vida que fala”. E não apenas com palavras, mas também “pela maneira de ser e pela maneira de viver”.

“Como a vida dele [São João] falou”, frisou o bispo diocesano que incentivou os fiéis a pedirem ao Senhor para que “a nossa vida fale verdadeiramente, para que não seja uma vida muda, que não seja uma vida sem Deus, mas antes uma vida que fale, que mostre aos outros como Deus é importante, uma vida que mostre como os outros são importantes e uma vida que mostre que a felicidade humana não está em olharmos só para nós, mas em ajudarmos os outros”. “Essas são as vidas que permanecem. Essas são as vidas grandes”, concluiu.

De referir que o prelado foi recebido nesta sua deslocação pelo Pe. Roberto Aguiar, pároco da Fajã da Ovelha, mas também pelos elementos da Associação Cultural e Recreativa “Grupo de Cordas da Fajã da Ovelha”, que está a celebrar os seus 25 anos.

Esta foi ainda uma oportunidade para o bispo diocesano ver de perto os trabalhos de restauro que estão a decorrer na zona da capela mor, e que estão a ser levados a cabo pela empresa “Sentir A Arte – Conservação e Restauro, Lda.”

Iniciada em novembro de 2018 esta intervenção deveria estar concluída este verão. Porém, a paragem nos trabalhos motivada pela pandemia fez com que a sua conclusão só esteja prevista para o início do próximo ano.