Paróquia da Graça homenageia Santo António com tronos

Foto: Silvio Mendes

Os tronos de Santo António, que todos os anos em junho ornamentam as soleiras das portas dos bairros tradicionais de Lisboa tiveram origem no século XVIII para homenagear aquele santo nascido em Lisboa.

Com o passar dos anos, a iniciativa foi caindo em desuso, ganhando um novo impulso em 2015, quando o Museu de Lisboa se associou à Junta de Freguesia de Santa Maria Maior para criar um concurso, inserido nas Festas de Lisboa que, este ano, não irão acontecer.

Na Madeira e numa iniciativa do Pe. André Pinheiro, pároco da paróquia da Graça, situada na freguesia de Santo António, Funchal, vai decorrer essa atividade naquela comunidade.  Neste ano não há arraiais  e como refere aquele sacerdote «mas não é por isso que deixamos cair a nossa devoção a Santo António, padroeiro da nossa freguesia. Pelo contrário, desafio a toda comunidade paroquial a elaborar os tronos (altares) a Santo António, nas vossas casas, quintais, sítios.

Peço que elaborem o trono até ao meio da próxima semana e que enviem para a página da paróquia através de mensagem privada uma fotografia identificada».

É mais uma ideia para assinalar Santo António cuja festa se celebra a 13 de junho e que na Madeira tem elevado número de devotos.