Missa campal assinala festa de Santo António

Foto: Silvio Mendes

A festa de Santo António na paróquia funchalense da qual é o padroeiro será celebrada neste ano com missa campal a 13 de junho, dia litúrgico daquele santo português. Principiará ás 18 horas e decorrerá no adro, para possibilitar que um maior número de pessoas possa participar na cerimónia, pois devido às restrições a lotação da igreja teve de ser reduzida.

No final da Eucaristia haverá a procissão com a imagem de Santo António num cortejo automóvel pelas ruas daquela paróquia.

Preparando aquela solenidade estão a ser celebradas as trezenas com missa às 20 horas na igreja até ao dia 11 de junho.

Nas paróquias de Santo António e de Santo António da Serra,  a festa do padroeiro é preparada liturgicamente com celebrações durante treze dias (trezenas).

A trezena de Santo António é um conjunto de orações feitas por treze dias ou treze terças-feiras seguidas em louvor ao santo antes da sua celebração litúrgica, que acontece em 13 de junho. Esta devoção é muito antiga e teve origem em Bolonha, na Itália, no ano de 1617.

Conta-se que uma senhora, necessitando de uma graça, recorreu a Santo António com insistência e por nove terças-feiras visitou a sua imagem na igreja de São Francisco. Devido à sua devoção conseguiu o que necessitava. A notícia foi divulgada e muitas pessoas seguiram o mesmo exemplo. Mais tarde, o número de dias aumentou para treze, devido à data de comemoração do santo.

A missa da vigília da festa de Santo António será realizada na sexta feira, dia 12 de junho,  com início às 20 horas

No domingo, 14 de junho, a paróquia de Santo António irá celebrar a festa do Santíssimo Sacramento com missa no adro às 18 horas seguindo-se uma pequena procissão naquele recinto.

Neste ano não haverá arraial nestas festas que são sempre muito participadas por devotos das mais diversas localidades.

[atualizado 02.06.2020 às 12h]