Movimento Apostólico de Schoenstatt: Dia da Aliança

D.R.

Por Dina Barreto

Aproximando-se o dia 18, o dia da Aliança e na impossibilidade de nos reunirmos para meditar um pouco nesta nossa fidelidade à Aliança que fizemos com Maria, venho só lembrar essa fidelidade. Vejamos como Maria foi Fiel a Seu Filho, apesar de tantas dúvidas, tantas incertezas por que teve que passar…Ela continua a dizer-nos:- Fazei o que Ele vos disser. Nas bodas de Canaa faltou o vinho e Maria chamou a atenção de Seu Filho que ajudasse naquela dificuldade, porém, Jesus respondeu que não tinha nada que ver com essa carência, porque ainda não tinha chegado a Sua hora. Hoje, concerteza, Jesus também diz a Sua Mãe que ainda não chegou a hora de actuar, de nos livrar de tantos incómodos, de tantas carências, porque nós ainda não fizemos a nossa parte. Ainda não enchemos as talhas com aquilo que nos compete fazer para que Jesus possa actuar nas nossas vidas. Como estamos na nossa fidelidade aos compromissos assumidos? Como cristãos como vai a nossa confiança, a nossa atenção para entender e por em prática o que Jesus nos pede? Esta tentação do facilitismo, da pressa, do consumo pela aparência do Bem. Este parar obrigatório das nossas vidas, podem ajudar-nos a descobrir que estamos vazios, talvez enfados pelas aparências… Que está tomada de consciência nos ajude, com    discernimento, a tornarmo-nos responsáveis, pelo enchimento das talhas vazias que aparecem nas nossas vidas, e pela Família com futuro.