Papa Francisco reza por doentes infectados por vírus na China

O Pontífice mostrou proximidade às pessoas que sofrem por causa do vírus que se difundiu na China. No Angelus deste domingo (26), o Papa também disse que reza por toda a comunidade chinesa. A infecção atingiu quase 2 mil pessoas no país e matou 81, segundo dados da Reuters desta segunda-feira (27), e pode se espalhar antes do aparecimento de sintomas.

D.R.
O Papa Francisco expressou proximidade às pessoas infectadas pelo vírus na China e reza pelas famílias enlutadas. Ao final do Angelus deste domingo (26), na Praça São Pedro, o Pontífice se dirigiu a toda comunidade chinesa:

“Desejo também estar próximo e rezar pelas pessoas doentes por causa do vírus que se difundiu na China. Que o Senhor acolha os mortos na sua paz, conforte as famílias e sustente o grande empenho da comunidade chinesa, já organizada para combater a epidemia.”

Mundo em alerta por novo vírus

O novo e misterioso coronavírus causa pneumonia e teve origem há mais de um mês na cidade de Wuhan, província central de Hubei, na China. O governo local divulgou neste sábado (25) que o número de mortes no país já chegou a 56. De acordo com a agência de notícias Reuters, 1975 pessoas tiveram diagnóstico da doença confirmados na China e 49 já estão curadas.

Neste domingo (26), em colectiva de imprensa, o ministro da Comissão Nacional de Saúde do país, Ma Xiaowei, disse que o novo vírus pode se espalhar antes mesmo do aparecimento dos sintomas. Já foram reforçadas ações para conter o coronavírus, como restrições de transporte e viagens, além do cancelamento de grandes eventos.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano