Novos arciprestes tomaram posse na Cúria Diocesana

Foto: Luisa Gonçalves

Tal como estava previsto tomaram posse na manhã desta sexta-feira, dia 10 de janeiro, na Cúria Diocesana, os novos arciprestes para o triénio 2020-2023. 

De acordo com o decreto de 3 de janeiro de 2020, assinado pelo bispo do Funchal passam a exercer este cargo o Pe. João Carlos Homem de Gouveia (Arciprestado da Calheta); Pe. Marcos Paulo Abreu Pinto (Arciprestado de Cª de Lobos); Pe. António Héctor de Araújo Figueira (Arciprestado do Funchal); Cón. Rui Alberto Fernandes Pontes (Arciprestado de Machico e Santa Cruz); Pe. Johnny Sé Aguiar (Arciprestado da Ribeira Brava e Ponta do Sol); Pe. José Afonso de Nóbrega Rodrigues (Arciprestado de Santana); Pe. Élio de Freitas Gomes (Arciprestado de São Vicente e Porto Moniz).

Depois de assumido o compromisso e das formalidades requeridas, D. Nuno Brás agradeceu a disponibilidade de todos para assumir o cargo para o qual foram nomeados. 

À tomada de posse dos novos arciprestes, que passam a estar sujeitos todos os direitos e prerrogativas, mas também às obrigações inerentes ao cargo, nos termos no cânone 555 do Código de Direito Canónico, seguiu-se o primeiro encontro de trabalho da nova equipa, com o bispo diocesano.