Mas serás Louco?

D.R.

Por Maria Guimarães

Neste mundo em que todos (ou a maioria) procuramos um bom sofá para nos sentarmos, instalamos ar condicionada para estarmos sempre confortáveis (depois queixamo-nos das alterações climáticas e até fazemos greve, como se não fossemos  responsáveis….) e Tu, Senhor do mundo nasces numa manjedoura, numa gruta onde o frio é insuportável? Os carros, as casas de banho possuem objetos com fragâncias agradáveis e tu escolhes nascer num sítio malcheiroso? Escolhes uns estrangeiros e uns pobres pastores e nós procuramos rodearmos -nos de pessoas influentes e com “status”?

Enquanto os decisores políticos escolhem caminho do facilitismo, decretando que os alunos até ao 9º ano não podem reprovar (sabendo que essa estratégia vai hipotecar o seu futuro e contribuir gravemente para mais indisciplina) porque além de economicamente parecer mais favorável, os encarregados de educação menos atentos ficam maravilhados e portanto, há maior garantia de reunir mais votos nas próximas eleições, Tu que dizes?

Entrai pela porta estreita! Vamos à padaria, frutaria, supermercado e queremos o pão mais tostadinho ou mais branquinho conforme o gosto, o peixe com melhor aspecto, o bolo maior que estiver na montra e os teus discípulos cortam espigas para matar a fome (sendo repreendidos pelos fariseus) mas, Tu nem isso fazes! Sim, e ainda, defendes os teus amigos dizendo que David fizera bem pior, mas não disseste:”. Quem está transgredir são eles, Eu não!”. Pelo contrário, passas fome silenciosamente, e defendes quem tu amas! Pior que isso, não podias ter atrasado a Tua vinda e primeiro nasceu o Teu primo? Assim, a Tua mãe escusava de ir ajudar a prima estando grávida! Ou então, mandavas um anjo que, com as suas asas, levava a Tua mãe! E o que a Fizeste sofrer ao ver-Te na cruz! Era preciso tanto? Não vês as mães a levar os filhos para as escolas que só não entram pelo portão dentro porque não podem!  Mas, será que alguém te vai ouvir?  Que acolhimento vais ter? Não és (desculpa…) louco? Sim, és completamente louco! louco de Amor por cada um de nós! Oxalá que essa loucura penetra em cada coração!