Peregrinos a caminho do Senhor dos Milagres com a bênção de D. Nuno

Foto: Duarte Gomes

Estão a caminho de Machico os 227 peregrinos que esta manhã, pelas 12 horas, deixaram os Jardins do Campo da Barca, no Funchal, com o propósito de chegar a Machico onde, logo mais, se inicia a festa em honra do Senhor dos Milagres.

A partida contou com a presença do bispo do Funchal, que procedeu à bênção dos peregrinos, entre os quais o Pe. Miguel Lira, que empreende a caminhada pela terceira vez. Aos jornalistas o pároco da Nazaré disse notar que, de ano para ano, o número de peregrinos tem vindo a aumentar, o mesmo acontecendo com as motivações que levam tantos à estrada. Assim, explicou, uns fazem-no para cumprir uma promessa, outros porque querem “ir ao encontro da fé, e ao encontro de Jesus e do Senhor dos Milagres”.

Francisco Olim, outro dos peregrinos, dos poucos senão mesmo o único que segue descalço, diz que faz a peregrinação “pela filha, pelos netos, pelos amigos” e por todos aqueles que lhe pedem que os tenha nas suas orações.

Quanto a D. Nuno Brás, lembrou ao grupo que todos nós somos “peregrinos nesta nossa vida” e desejou a todos “que o dia seja vivido junto de Deus e junto dos outros, como quem peregrina até Jesus Cristo e com Ele”.

Esta é já a quarta edição desta peregrinação a pé e, ao longo do caminho, outros peregrinos vão juntar-se a estes que partiram do Funchal, conforme explicou Paula Garcia, responsável pela organização do evento. O percurso será feito pela Estrada Regional até Machico, com cinco paragens ao longo do dia, para que os fiéis possam retemperar forças. Os fiéis deverão chegar a Machico ao fim da tarde, cerca das 19h00, após um extenuante percurso de 26 quilómetros.