D. Nuno presidiu a Via Sacra e a Eucaristia no Campanário

D.R.

D. Nuno Brás presidiu esta sexta-feira, dia 22 de março, na Paróquia do Campanário, à Via Sacra seguida de Eucaristia. Duas celebrações em que participaram inúmeros fiéis, mas também os jovens do 9 ano e as crianças do 1º ao 5º ano de catequese.  Este foi um dos momentos altos da Semana de Evangelização que esta comunidade tem estado a viver que se iniciou no passado dia 17 e que termina este domingo, dia 23.

Na homilia o prelado chamou a atenção para as leituras que foram proclamadas e em particular para o facto de que “ser discípulo é um convite que desinstala”. Ou seja, “ouvimos na palavra de Deus, Jesus a convidar Pedro e João. O que é ser cristão? Se não é ser discípulo!? Deixar que Deus toque o que somos; e tocando deixar que ele nos converta, mude a nossa vida.”

Aos jovens o bispo do Funchal perguntou ainda se “sabem que o tempo passa, não sabem?” E logo de seguida ajudou-os com a resposta mas colocou novas perguntas: “Para mim já passou um pouco ou muito mais do que para vocês. Mas vai passar. E como é que têm vivido este tempo? O presente? Jesus passa na vossa vida. Quer despertar em vós a consciência de que Deus vos ama, que vos quer muito, e que conta convosco para anunciar, vivendo, com a vossa alegria e juvenilidade, que Deus criou-nos para o bem, para o belo.”

Hoje, disse ainda o prelado, “Jesus pede para sermos discípulos. Nós acabamos de fazer a Via Sacra, e na quinta estação ouvimos que um homem chamado Simão de Cirene, o cireneu, um estrangeiro que vinha do campo, foi chamado para ajudar Jesus a carregar a cruz. Ser discípulo é isto mesmo: deixar que Jesus entre na minha vida naquele com quem cruzamos. Não ter medo de apontar caminhos novos, onde o outro encontre em mim a pessoa de Jesus, gestos, palavras, tempo para ouvir e estar.”