Moçambique: Cáritas Portuguesa compromete-se a enviar 25 mil euros para ajudar vítimas do Idai

D.R.

Moçambique vai receber apoio da Cáritas Portuguesa que, manifestou já o seu “maior pesar” pelos trágicos acontecimentos vividos naquele país, resultantes da violenta passagem do ciclone Idai. “Estamos a acompanhar de perto, em articulação com a Cáritas Moçambicana, a situação em que se encontram todos os que foram afetados por esta calamidade. À nossa congénere de Moçambique já expressámos, também, a nossa solidariedade com o compromisso do envio de 25 mil euros.”

Este apoio será, segundo nota divulgada pela Cáritas Portuguesa no seu site oficial, complementado na medida das solicitações que nos forem apresentadas pela Caritas Internationalis e das disponibilidades financeiras que possamos vir a ter.”

Recorde-se que esta tragédia acontece quando, em Portugal a Cáritas vive a sua Semana Nacional, a qual teve início no passado dia 17 e se prolonga até domingo, e que tem como objetivos “ajudar a que cresça a corresponsabilidade social que, na verdade da sua essência, não tem fronteiras nem qualquer forma de discriminação”.

Por isso, esta solidariedade concreta acima referida não esquece as dificuldades de muitos dos nossos conterrâneos que, por razões várias, se encontram mais vulneráveis, económica e socialmente. “Fez-se sentir o nosso apreço por todos aqueles que, deste esta quinta-feira até domingo, vão sair às ruas das diferentes localidades do nosso país a realizar o peditório público, assim como aos que vão dar o seu contributo em favor dos seus concidadãos.”

Recorde-se que a Cáritas Portuguesa tem feito um trabalho de proximidade no apoio à Cáritas de Moçambique, noutros contextos de emergência e de forma continuada. As cheias têm sido um factor de grande fragilidade para esta população e em 2018, pela mesma razão, a Cáritas prestou um apoio às vítimas das enxurradas nas dioceses de Nampula, Nacala e Lichinga, a Norte de Moçambique e Arquidiocese da Beira, no centro de Moçambique. Neste âmbito foi prestado apoio a 346 famílias (1.730 pessoas) para a compra de equipamentos de cozinha (43.235 euros) e de sementes para a promoção da segurança alimentar e subsistência (10.147 euros).

A resposta da Cáritas a situações de emergência internacional, lembra ainda a dita publicação, “é feita através do fundo de emergências internacionais que recebe donativos através da conta: IBAN: PT50 0033 0000 01090040150 12”.

No entanto, de acordo com uma outra informação assinada por Eugénio Fonseca, Presidente da Cáritas Portuguesa, é possível que no próximo domingo, Dia Nacional Cáritas, seja anunciada a abertura de uma conta solidária específica para Moçambique.