Angelus: Papa recorda Venezuela e vítimas de tragédias no mundo

O Papa rezou a oração mariana do Angelus na “Casa do Bom Samaritano” no Panamá que dá assistência a jovens e adultos portadores de HIV.

Na JMJ no Panamá rezou-se pela Venezuela | D.R.

Na oração do Angelus deste domingo, dia 27 de janeiro, o Papa Francisco rezou pelo povo venezuelano: “Aqui no Panamá, pensei muito no povo venezuelano ao qual me sinto particularmente unido nesses dias. Diante da grave situação que está vivendo, peço ao Senhor para que se busque e alcance uma solução justa e pacífica para superar a crise, respeitando os direitos humanos e buscando exclusivamente o bem de todos os habitantes do país. Convido todos vocês a rezar, colocando essa intercessão sob a proteção de Nossa Senhora de Coromoto, Padroeira da Venezuela.”

Francisco recordou que neste domingo, celebra-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. “Precisamos manter viva a memória do passado, da tragédia passada e aprender com as páginas escuras da História para nunca mais cometer os mesmos erros. Vamos continuar nos esforçando, sem cessar, para cultivar a justiça, aumentar a concórdia e sustentar a integração, para ser instrumentos de paz e construtores de um mundo melhor”, referiu.

O Papa lembrou também as vítimas nas tragédias em Brumadinho no Brasil, Hidalgo no México e os atentados nas Filipinas e Colômbia.