Advento: Jovens “vão a Belém” e anunciam a paz

D.R.

Portugal: JMJ 2022 em Lisboa

Jovens e Igreja felizes num grande desafio  

1.As Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) de 2022, presididas pelo papa, vão realizar-se em Portugal, anunciou o site Religionline, adiantando que Lisboa “acolherá os atos principais, nomeadamente o fim de semana da celebração, na qual costumam participar “cerca de um milhão de jovens de todo o mundo”. O local exato será determinado a partir de Janeiro.

O anúncio oficial será feito no Panamá, nas próximas JMJ, que decorrem de 23 a 27 de janeiro, e nas quais estará presente o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, e outros bispos portugueses. O patriarca de Lisboa, acompanhado por uma delegação de jovens portugueses, receberá a cruz das jornadas – o mais importante símbolo das JMJ, que os jovens do país de acolhimento transportarão e que servirá de ponto de referência para diferentes iniciativas, no tempo de preparação”.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez saber que prevê estar no Panamá nas JMJ de Janeiro.

O diretor da pastoral da Juventude afirmou ao DN que “será um grande desafio para a Igreja”.

Tomás Virtuoso, das Equipas de Jovens de Nossa Senhora, foi também surpreendido pela notícia que há muito os jovens portugueses esperavam. “Será um momento de grande felicidade para a Igreja.” 

O cardeal-patriarca de Lisboa oficializou o pedido para receber a JMJ no final de 2017 e desde 2012 que em várias reuniões do Conselho Pontifício para os Leigos (CPL), do Vaticano, a hipótese de Portugal tem estado a ser pensada, segundo o ‘site’.

Madeira: Promover e criar grupos de jovens

Pastoral juvenil Natal 2018  

2.“Os jovens vão a Belém” é a proposta que o Secretariado da Pastoral Juvenil da Diocese do Funchal deixa a todos quantos queiram participar na Eucaristia de Natal, que será celebrada no próximo dia 12 de dezembro na Capela da Encarnação, às 19h00.

O Secretariado faz um convite aberto a todos os jovens que se queiram associar a esta celebração, que será  uma “oportunidade de ver o Natal com outros olhos”.

O atual Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil foi nomeado em Março passado por D. António Carrilho, na intenção de o renovar: “A Igreja tem, na sua missão evangelizadora, a importante tarefa de acolher e acompanhar os jovens, promover a criação de grupos de jovens cristãos e a sua formação, apoiar o seu dinamismo pastoral e coordenar as atividades de âmbito diocesano e arciprestal”.

 “Pax Christi: Advento-Natal 2018

Testemunhemos a paz 

3.O movimento ‘Pax Christi’ Portugal preparou contributos para a celebração do Advento 2018, com textos de autores portugueses contemporâneos para ser vivido e celebrado na paróquia, em família ou em grupo.

“As testemunhas de paz instigam-nos «a sair da mediocridade tranquila e anestesiadora», a deixar de ser espetadores e passar a ser protagonistas da História”, referem os promotores da iniciativa.

Pax Christi Portugal sugere uma reflexão e caminhada inspirada em quatro personalidades portuguesas, com diversos momentos: ambientação, reflexão, gesto de paz, oração e bênção. Reflexões tiradas de textos de: Aristides de Sousa Mendes, Maria de Lurdes Pintasilgo, D. Manuel Martins (1º presidente da secção portuguesa da Pax Christi)  e D. António Ferreira Gomes. 

“Apesar de já ter passado por duas Grandes Guerras, que fizeram milhões de vítimas, este mundo continua a apostar na guerra como meio legítimo para pôr fim aos conflitos”, alerta a ‘Pax Christi’. “Testemunhemos a paz que tem a sua fonte em Deus, a paz que Jesus nos trouxe!”, acrescenta no itinerário para o Advento 2018.

O Movimento Pax Christi foi fundado em França, após II Guerra Mundial, como apelo à reconciliação e à paz entre os países envolvidos e iniciou atividades em Portugal na década de 80.

Advento: Natal no Vaticano

Presépio e árvore de Natal na Praça de São Pedro 

4.A árvore de Natal do Vaticano, doada por uma diocese italiana, e o Presépio da Praça de São Pedro vão ser inaugurados amanhã, dia 7 de dezembro, ficando expostos até ao Batismo de Jesus, a 13 de janeiro de 2019.

O presépio, um baixo-relevo de 16 metros de comprimento – 5 de altura e 6 de profundidade -, vai ser construído numa superfície de cerca de 25 metros quadrados.

A árvore de Natal é um abeto vermelho de baixo impacto ambiental, com um diâmetro de 50 centímetros e uma circunferência máxima de 10 metros na base. É da “Foresta del Cansiglio”, e foi doada pela Diocese de Concordia-Pordenone.

A decoração e a iluminação da árvore de Natal são da responsabilidade da Direção de Serviços Técnicos do Governatorato da Cidade do Vaticano, em colaboração com a empresa Osram, que ofereceu um sistema de iluminação decorativa de alta qualidade de cor e de última geração, que limita o impacto ambiental e o consumo de energia.