‘A caderneta dos Santos’ junta religião e cultura com «o prazer da descoberta e do conhecimento»

‘A caderneta dos Santos’ dá a possibilidade aos colecionadores de conhecerem a vida de 73 figuras, através de cromos autocolantes acompanhados por uma “brevíssima” nota biográfica.

“Pretende-se que possa ser um instrumento de formação religiosa e cultural, e de um apostolado divertido e com estilo”, informa um comunicado dos promotores da coleção. Os organizadores selecionaram os Santos que consideram “mais destacados”, organizados tematicamente.

“Os Santos foram homens e mulheres como nós, que marcaram a história pela forma heróica como viveram as virtudes”, assinala o comunicado. Ao todo são 73 figuras que vão ser coladas na caderneta: 61 Santos; 5 anjos; 6 imagens de Nossa Senhora e 1 mosaico de Nossa Senhora de Fátima.São Francisco de Assis, o fundador do Franciscanismo, é o 45.º cromo e madre Teresa de Calcutá aparece depois, na 56.ª posição.

As ilustrações são da autoria de José Maria Souto Moura, que colaborou, por exemplo, na biografia infantil de Santa Beatriz da Silva, e o projeto teve a colaboração de várias outras pessoas, entre sacerdotes e leigos.

‘A caderneta dos Santos’surgiu quando o seu autor viu que o afilhado, aos 8 anos de idade, colecionava cartas de dragões e “tinha um profundo conhecimento sobre as suas fantásticas habilidades”. “Infelizmente, não era tão conhecedor da história de Jesus e de Maria e em geral dos Santos, o que o motivou a criar uma caderneta de cromos de Santos”, acrescentou.

A coleção já se encontra à venda em livrarias e paróquias, pretendendo juntar religião e cultura com “o prazer da descoberta e do conhecimento”. O PVP recomendado de cada caderneta é de 5€ (com a oferta de uma saqueta de 5 cromos) e cada saqueta (com 5 cromos) custa 1€.

Esta quinta-feira, dia 1 de novembro, a Igreja Católica celebrou, como é sabido, a solenidade litúrgica de Todos os Santos, na qual lembra conjuntamente “os eleitos que se encontram na glória de Deus”, tenham ou não sido canonizados oficialmente.