Acólitos da Diocese do Funchal presentes na peregrinação internacional em Roma

São 19 os jovens do Sagrado Coração de Jesus (Boa Nova), que vão participar nesta iniciativa, acompanhados pelo Pe. Hélder Gonçalves. 

O Serviço Diocesano de Acólitos do Funchal vai marcar presença na Peregrinação Internacional de Acólitos (PIAR-2018), que vai ter lugar em Roma, de 30 de julho a 3 de agosto. 

O grupo é composto por 19 acólitos, todos da paróquia do Sagrado Coração de Jesus (Boa Nova), que serão acompanhados pelo diretor deste serviço diocesano, Pe. Hélder Gonçalves. 

Ao todo, e de acordo com a informação que nos foi disponibilizada pelo referido serviço, vão participar nesta peregrinação 325 acólitos portugueses, das seguintes Dioceses: Aveiro; Braga; Bragança-Miranda; Coimbra; Évora; Lisboa; Porto; Viana do Castelo e Funchal, pelo Serviço Nacional de Acólitos e também o presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade, D. José Cordeiro (bispo de Bragança-Miranda).

Já segundo uma nota do Serviço Nacional de Acólitos, “a delegação que vai participar na Peregrinação Internacional de Acólitos a Roma vai estar com o Papa e dizer-lhe que querem ser construtores da paz.”

Ao todo a organização espera mais de 60 mil participantes na Peregrinação Internacional de 2018, que tem como lema ‘Procura a paz e segue os Seus Passos’.

“Cada Eucaristia, em que servimos Jesus, é uma fonte de paz. Paz que buscamos para nós, para a nossa família e amigos, para a nossa comunidade paroquial e para toda a Igreja. Paz, que em nós e por nós, se torna uma realidade no mundo em que vivemos”, desenvolve a mensagem aos acólitos de Portugal.

Segundo o programa, a 31 de julho, primeiro dia de peregrinação, será celebrada uma Missa, às 09h30 locais, na igreja de Santo António dos Portugueses, Roma.

Ainda nesse dia, depois da abertura na Praça de São Pedro e do acolhimento aos peregrinos, às 15h30, está previsto um encontro com o Papa Francisco, às 18h00 (menos uma hora em Lisboa).

Na manhã seguinte, “os participantes marcam presença na audiência pública semanal do Papa de quarta-feira; A partir das 18h00, os grupos de peregrinos reunidos em mais de 300 lugares de Roma vão assistir a peças de teatro, participar em orações, com duração 30 minutos.”

O Serviço Nacional de Acólitos divulga que o programa prevê ainda uma passagem por diversas basílicas – Santa Maria Maior, S. João de Latrão (catedral de Roma), de São Paulo Extra Muros – a Escada Santa e as Catacumbas de São Calisto (local da deposição de S. Tarcísio).

Para além de Portugal, a Peregrinação Internacional de Acólitos a Roma 2018 conta com mais 17 países registados oficialmente: Antígua e Barbuda, Áustria, Bélgica, Croácia, República Checa, França, Alemanha, Hungria, Luxemburgo, Roménia, Rússia, Sérvia, Eslováquia, Suíça, Ucrânia, Reino Unido, EUA.

A reunião geral tem a “coordenação do “Coetus Internationalis Ministrantium”, uma associação europeia de acólitos, com mais de 50 anos de existência, que serve de elo de ligação entre os vários serviços diocesanos e nacionais do setor.”