Bispo do Funchal: disciplina de EMRC ajuda alunos a encontrar valores para a vida

Perto de 800 alunos estiveram reunidos no Parque Temático, no âmbito do X Encontro de EMRC, organizado pelo Departamento do Ensino da Igreja nas Escolas (DEIE) e do Secretariado Diocesano da Educação Cristã (SDEC).

Foto: Duarte Gomes

‘EMRC: Olhar mais além…’ foi o tema do X Encontro Regional da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC), que decorreu esta quarta-feira, no Parque Temático, em Santana, e juntou perto de 700 participantes.

Para D. António Carrilho, que presidiu à sessão de abertura, ‘Olhar Mais Além’, significa “Olhar mais além de cada um; para além de si, mas também para dentro de si.” É, disse o prelado, “olhar para além da nossa escola, da nossa família e dos nossos amigos”, porque para além deles “há pessoas novas, coisas novas e nós queremos ir ao encontro delas”.  

Além disso, “é preciso olhar também para o amanhã, para o futuro”. Quem está na escola, disse D. António, “não pode ficar só a aprender o que a escola dá a pensar hoje, mas tem de pensar no futuro, no que vai ser e no que vai fazer” e no “contributo que cada um pode dar à sociedade e à Igreja, e em todos os espaços em que nos encontramos”.

Crescer no conhecimento de Jesus

Mas este encontro, disse o bispo diocesano, “é antes de mais uma festa. Festa da amizade, do convívio e de várias escolas, porque vocês vieram de muitos lugares”. Por essa razão, ficou o conselho: “Convivam, procurem conhecer-se e lembrem-se que estão aqui por causa da disciplina de Educação Moral e Religiosa, que nos ajuda exatamente a abrir os olhos e a ver mais longe” e a “encontrar valores que sirvam para hoje, mas que sirvam também para amanhã”.

“Crescer em estatura, se tivermos saúde, todos crescemos. Mas é preciso crescer também no conhecimento da pessoa de Jesus” e isso é a missão da disciplina de EMRC, sublinhou ainda o bispo do Funchal, na mensagem que quis passar às crianças e jovens presentes.

Importante para a formação cívica

A sessão de abertura desta iniciativa contou ainda com a presença de representantes de outras entidades oficiais, que quiseram dar as boas-vindas aos participantes, nomeadamente da responsável pelas Sociedades de Desenvolvimento, da vice-presidente da Câmara de Santana e da diretora do parque, bem como da Diretora de Serviços de Educação Pré-escolar e do Ensino Básico e Secundário, em representação do secretário da Educação. 

Para Nadina Mota, “esta disciplina é uma das mais importantes na formação cívica dos alunos”. Daí que tenha mostrado o seu agrado “pela moldura humana que aqui temos” e garantido que “por parte da Secretaria da Educação, continuaremos a ajudar e a fazer tudo para que o grupo de alunos que frequenta esta disciplina e que hoje já é grande, aumente cada vez mais.”

Esta festa dos alunos de EMRC decorreu durante todo o dia, com diversas atividades, nomeadamente a elaboração de um  mural de frases referentes ao tema de EMRC para este ano escolar, jogos tradicionais, música, zumba e visita aos pavilhões e outras atrações oferecidas pelo parque. 

As palavras de agradecimento e despedida, essas, ficaram a cargo do diretor do Departamento do Ensino da Igreja nas Escolas, Cónego Fiel de Sousa.