Papa reza contra o terrorismo: “libertar o mundo desta violência desumana”

© D.R.

Na semana em que o mundo assistiu a vários atentados terroristas. O Papa Francisco pediu a Deus para “libertar o mundo” da “violência desumana” que é o terrorismo. Esta prece foi acompanhada por um grande número de pessoas que ontem enchia a Praça S. Pedro em Roma para a habitual oração do “Angelus”.

Disse o Papa: “nos nossos corações trazemos a dor pelos atos terroristas que, nestes últimos dias, causaram numerosas vitimas, em Burkina Faso, em Espanha e na Finlândia. Rezamos por todos os defuntos, pelos feridos e pelos seus familiares; e suplicamos ao Senhor, Deus de misericórdia e de paz, de libertar o mundo desta violência desumana”. Depois o Papa convidou para uma oração em silêncio seguida de uma “Avé-Maria”.

No sábado passado, o Papa Francisco utilizou a rede social do Twitter para denunciar a “violência cega do terrorismo“.

“Rezo por todas as vítimas dos atentados destes dias. Que a violência cega do terrorismo não encontre mais espaço no mundo”. Escreveu Francisco.

Na mensagem de condolências que o Papa Francisco enviou ao Arcebispo de Barcelona, Cardeal Juan José Omella, na sequência do atentado terrorista nas Ramblas, faz referência  à “violência cega, que é uma ofensa gravíssima ao Criador“.