Bispo do Funchal recorda Frei Pedro da Guarda

Na celebração que assinalou os 512 anos da morte de Frei Pedro da Guarda, no passado dia 27 de Julho, no Convento de São Bernardino em Câmara de Lobos, o Bispo do Funchal referiu na homilia que Frei Pedro da Guarda, “sendo apenas um irmão leigo, sem formação académica especial, nem teológica, brilhou no firmamento de Deus”.

Referindo “o legado de santidade do seu testemunho que chegou até nós”, D. António Carrilho referiu “não podemos deixar de rezar pela sua beatificação”.

A celebração contou com a participação de Frei Nélio Mendonça, dos sacerdotes Miguel Lira, Estêvão Fernandes e Agostinho Pinto, scj, e de algumas entidades oficiais, nomeadamente Natércia Xavier, directora regional da Cultura e António Bruno Coelho, vereador da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, bem como de inúmeros fiéis.